domingo, 11 de novembro de 2012

Textos - Enriquecimento 3

Postagem na Eike Pobre. Software tem que ser de graça.

Postagem Enriquecimento 1º Parte.
Postagem Enriquecimento 2º Parte.

Primeiramente, gostaria de parabenizar esses dois gigantes da blogosfera: dimarcinho e ANON, que nos proporcionaram um debate Grafista X Fundamentalista engrandecedor para todos nós. Quem não viu, é só acessar o link.


dimarcinho feliz da vida por ter dado uma resposta ao ANON

Agora vamos ao texto propriamente dito:

Resolução dos problemas alheios.

Antes de explicar aonde eu quero chegar, é fundamental ler o comentário de Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 14/02/2012 e que foi transcrito no blog "Estou Sem":

  
O Max Gehringer tá com uma cara de Roberto Justus...
 
O que fazer com os problemas? - by Max Gehringer

Problema todo mundo tem. O problema é o que a gente faz com os problemas. Um bom começo é falar grego, porque foram os antigos gregos, há três milênios, que inventaram a palavra "problema". E a tradução literal dela é "passar adiante". Os gregos, sábios como eram, perceberam que problemas nunca são resolvidos, são apenas transferidos.

Por exemplo, uma fábrica de papel com problemas de custos dispensa 50 funcionários. Ela não resolveu o problema. O que ela fez foi transferir o problema para os 50 demitidos, que com o dinheiro mais curto para as despesas do mês, vão parar de comprar biscoito de chocolate. E aí o problema passa para a fábrica de biscoito. Algum tempo depois, a crise na fábrica de papel já estará refletindo na cotação do suco de laranja.

Por isso, se você está saindo de casa com um problema, faça como os gregos sugeriram: passe adiante. Ou em linguagem corporativa: delegue. Ou compartilhe, propondo a formação de uma comissão para discutir o problema.

Muitas coisas irão acontecer em seu trabalho amanhã, mas uma será inevitável: alguém vai tentar empurrar um problema para você. Quase certamente com a frase "Olha, temos um problema", que é uma maneira plural de dizer que um problema que não era seu, passou a ser.

Mas você, que já incorporou a sabedoria milenar dos gregos, terá a resposta pronta: "Não se preocupe, vamos resolver o problema imediatamente. Fale com Sicrano".

Pronto! A essência da gestão eficiente de problemas não é tentar solucioná-los, porque isso é impossível. É descobrir, rapidamente, para quem transferi-los.


Agora posso ir aonde quero chegar: ninguém gosta de resolver problemas. As pessoas  são tão incapazes de resolver problemas que temos um poder político só com essa função: O JUDICIÁRIO.

Contratações, terceirizações, delegação... Tudo isso existe para resolver problemas.

Porque as pessoas, bancos e governos pagam juros? Para resolver o seu problema de fluxo de caixa e disponibilização de capital.

Enfim... Se quisermos ganhar dinheiro, temos que ter consciencia que teremos que resolver o problema de alguém.

Vc já pensou que problema vc está disposto a resolver e que em troca alguém possa resolver o seu problema de caixa???


Para tirar o estresse de final de semana, I Wanna Be Where You Are, Vanessa Falabella:


37 comentários:

  1. Fala, Eike!

    Só comentando que a discussão não teve NADA a ver com análise gráfica x análise fundamentalista! rsrsrsrsrs

    Qto ao seu texto, é interessante, mas como ficaria a seguinte situação:

    Eu resolvo aplicar meu dinheiro. E dá tudo errado. Tenho um problema? Dá pra repassar ele pra alguém? Acho difícil, pois acabaram de repassar o problema pra mim... rsrsrsrs

    []s!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que dá, Dizmarcim!

      Vc vende todas as suas "boas empresas escolhidas por você" no prejuízo pra outro maluco, que, então, vai passar a assumir a merda que vc fez!

      E aí finalmente vc vai voltar a dormir tranquilo e cheio de marra vai falar pra si mesmo:

      "Agora quem vai perder o sono é quem comprou as "boas empresas que eu achava que sabia escolher. Problema dele"

      Excluir
    2. Fala Senhor NIET!

      Tem tudo a ver, mas vc sempre irá dizer NIET para tudo que eu escrever, claro... kkkk

      Vamos a sua questão: Sempre é possível repassar. Imagine uma atitude pirracenta: perdi dinheiro e nunca mais colocarei meu dinheiro de volta na bolsa. A bolsa perde capital, giro, etc... eles tem um problema agora.

      Excluir
    3. Verdade, Eike! Olhando por esse lado, é ruim mesmo.

      Essa visão é interessante! rsrsrsrs

      Tudo bem, NADA a ver não tem, mas bem pokinho.

      A discussão era mais sobre risco e volatilidade. E risco é uma discussão comum a todas as áreas, seja AT, seja AF, seja engenharia, seja medicina, seja qq coisa.

      Por isso discordei!

      Grande abraço!

      Excluir
    4. Entendeu, Eike?

      "e risco é uma discussão comum a todas as áreas"

      o que quer dizer que "volatilidade", não...

      kkkkk

      Excluir
  2. Mizifio Eike, muito boa a foto do Dizmarcim!

    Mister Max é bom mesmo. Depois deixa aqui o nome do canal e do programa de humor que ele aparece pra gente rir mais...

    k-k-k-k

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ANON, até gosto do Mister Max. Ele é como o Pobretão, mas pelo menos ele se sai bem no final... kkkkkkkkkk

      Excluir
  3. Teu carro está só dando problema. O que você faz?

    Vende, e passa os problemas para o próximo dono hehe

    Fogo, trabalho como Analista TI, os problemas sempre chegam pra mim resolver.
    Mas as vezes eu consigo passar os problemas pra alguem tbm haha

    E assim é a vida.
    Bacana o post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belo Case reforçando o texto. Um abraço!

      Excluir
  4. Gostei Eike. Filosófico e atual.

    ResponderExcluir
  5. Grande Eike!

    Cara, eu nunca havia parado pra pensar, mas isso faz sentido, a gente acaba sempre passando o problema a diante... mas tem coisa que temos que resolver de verdade, então o problema acaba.

    Abraço!

    Corey

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corey, quando eu ouvi o Max falar esse texto, me ajudou a entender um pouco o ser humano.

      São sei vc, mas muita gente só resolve o problema quando não tem outra escolha, é obrigado.

      Um abraço!

      Excluir
    2. Vc "ouviu" o texto do Max?

      Eike... volta lá no médico, urgente!

      Aspergi tudo bem, mas ouvir textos é porque a coisa tá andando pro lado errado!

      PQP, Eike! Ligeiro, ligeiro... Antes que se seja trade d+

      Excluir
    3. Aonde que eu escrevi que ouvi o texto? O esquizofrênico aqui é vc, amigo...

      ;-P

      Excluir
    4. Corey, **** quando eu ouvi o Max falar esse texto, ***** me ajudou a entender um pouco o ser humano.

      Sem mais nada a acrescentar, rs

      Excluir
    5. Anônimo, vc tem algum problema muito sério com a lingua portuguesa...

      Vc queria que o Max fizesse o que com o texto? Comesse?

      Excluir
    6. Sendo um texto, o adequado seria que vc só o lesse.

      E enquanto o Max falava o texto pr vc... Vc também o via?

      Como foi que a coisa se desenrolou?

      Pode se abrir comigo, eike!

      Excluir
    7. Segundo o dicionárioweb (http://www.dicionarioweb.com.br/falar.html)

      v. t.
      Significar por palavras; dizer; proferir: falar verdades.
      Combinar.

      V. i.
      Articular palavras.

      Se o Max não articulou palavras, ele fez o que? Mímica?

      E depois, ele poderia ler sem emitir voz, o que seria impreciso.

      Excluir
  6. E o problema de ser feio do pobretão.Como faz para passar para frente?
    Cod

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cod, existe a possibilidade de ele conseguir uma garota míope... kkkkkkkkkk

      Excluir
    2. E por falar no sujeito, a música da vanessa é bem adequada pras casas que ele frequenta, hehe ;-)

      Excluir
    3. a salvaçao do eike e o pobreta existir - sempre tem alguem mais loser que o outro.

      Excluir
  7. Eike como vou conseguir transferir um problema do tipo de relacionamento pessoal, seja em família, no trabalho ou em negócios.A única saída é conviver com o problema.E os trolls que tentam chutar o saco do Codorno.Como transferir este tipo de problema...
    Codorno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá para transferir os Trolls. É só ignorar. Eles mesmo vão se transferir para outra pessoa.

      Excluir
  8. Fala Eike... pelo que ví, continua na bolsa e está aprendendo bastante... faz tempo q não posto nada, mas cortei muitos gastos e estou bem melhor... depois deu uma postada no blog...
    abraços e sucessos pra tí!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala sumido! kkkk

      Não vejo a hora de vc postar contando as novidades. Torço por vc!

      Excluir
  9. quanto foi seu prejuizo esse mes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prejuizo?

      A minha estimativa de patrimônio está com rentabilidade positiva de 0,98%... kkkkk

      Uma hora eu tinha que aprender essa bagaça, né?

      Excluir
  10. Legal esse texto....eu nunca tinha enxergado os problemas dessa forma.

    Muito bom, parece que de uma hora pra outra me senti uns 30 quilos mais leve hahahhah


    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pq não posta mais a carteira?

      Excluir
    2. Fernanda, o texto é muito bom mesmo. Ajuda a gente enteder o mundo, porque ele funciona tão porcamente... kkkkk

      A pergunta do anônimo é pertinente. Porque vc não atualiza mais o blog?

      Excluir
    3. Simplesmente preguiça, nada mais.

      Tentarei atualizar agora em novembro.

      Bjos.

      Excluir
  11. #AtualizaoBlogEikeRico

    ResponderExcluir
  12. Respostas
    1. Pode ficar tranquilo, estou vivo.

      Estou enclausurado no meu mundinho, repensando a vida e as trapalhadas nos investimentos... kkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. A partir de Janeiro, estarei dando consultoria em investimentos gratuitamente, em seu blog.

      Falo com a propriedade de quem está obtendo mais de 100% de rentabilidade líquida este ano, e ainda estamos em novembro.

      Aguarde!

      Excluir