segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Textos - Feminazis II

Dando continuidade ao texto produzido em sexta-feira, 9 de janeiro de 2015, comentarei um texto que está sendo compartilhado no Facebook, falando sobre a Friend Zone:


Quem nunca ouviu o drama do menininho deixado na "friend zone"?
 

Aquele que parecia adorar sua companhia, que é gentil, bonzinho e fofo. Aquele carinha que adora as mesmas coisas que você, que é carente, mas é seu amigão. Você confia nele, o acha legal, mas não tem atração, a amizade de vocês é linda, até que ele se declara.

Ao ser rejeitado ele te acusa, vc é uma bruxa má que não retribuiu os sentimentos dele. COMO ASSIM? Ele é bonzinho com você! Como você pôde rejeitá-lo? Aí ele EXIGE que você o namore. Como se fosse sua obrigação só pelo fato dele ter sido "legal".

Eu vejo toda essa revolta em torno da rejeição como fruto da cultura machista. A mulher é objetificada, sem vontades, a mulher deve estar a disposição de qualquer homem que se sinta merecedor. A partir do momento em que a mulher faz com que sua voz seja ouvida e escolhe com quem quer se relacionar, o homem machista se sente ameaçado, sua relação de poder é provada.


A "friend zone" existe somente para julgar o poder de escolha das mulheres, a "friend zone" não passa de vitimização de um homem machista e mimado.
 

Um cara que se faz de bonzinho, que finge ser seu amigo com segundas intenções não passa de um machistinha babaca que continuará eternamente na sua lista de "caras que eu não quero transar".

"Ah, mas ela nem me deu uma chance" Não deu mesmo, meu colega, não deu chance porque ela não quis, porque ela não te vê como par romântico, porque ela não sente tesão em você, e não é dando uma chance ficando com você que isso vai mudar, ela não tem que ficar com você por pena, pare de se vitimizar e cresça.


Mulher nenhuma te deve nada, você pode ser o cara mais gentil e mais amável do mundo, ela não tem obrigação de fazer sexo com você ou de retribuir um sentimento romântico.


Se você é legal com alguém por interesse, você não só não é “um cara legal”, como está fazendo isso errado e ela está mais do que certa de não querer nada com você.

- Moderadora Luiza


Retirado do grupo do Facebook "Tá, mas e ozomi?"


Comentários:

O texto só tem um ponto que é legítimo: de fato, a garota não tem obrigação de ficar com ninguém, ela tem todo direito de dizer não.

Agora vou falar sobre as abobrinhas:

1º - o homem coloca a mulher como malvada por não aceitar o namoro. Eu até cheguei a usar o argumento, mas foi porque eu fiz as propostas para a garota e ela sequer lia o que estava sendo proposto. Parecia um arquivo MP3 em loop eterno "Eu quero só amizade, eu quero só amizade, eu quero só amizade". Se pelo menos lesse e dissesse algo como "a proposta não me interessa porque não tenho Tesão por vc" não me irritaria e não me levaria a usar o argumento. Afinal, sem tesão, não tem namoro.

2º - Cultura machista. Cultura machista? Escuta, heterossexuais ainda existem, e só tem duas formas do homem abordar uma mulher: com ou sem educação. A impressão que dá que o homem não pode mais galantear as mulheres. Aí o cara não chega junto, é acusado de mole, de não ter pegada, de ser gay...

Amigo perfeito para uma feminazi...

3º - Um cara que se faz de bonzinho, que finge ser seu amigo com segundas intenções... Em que planeta essa moderadora vive? Qual homem e qual mulher vai perder horas e horas, ser legal, ser companheiro, ajudar a pessoa de tudo que é forma, só para receber um "vc é um grande amigo"? Faça o meu favor... Isso é ridículo.

4º -  "Ah, mas ela nem me deu uma chance" Não deu mesmo, meu colega, não deu chance porque ela não quis, porque ela não te vê como par romântico, porque ela não sente tesão em você... Engraçado... Ela pode recusar um namoro ( que repito, acredito que é o direito dela) agora o homem não pode recusar a amizade... Só rindo mesmo.

5º - Um cara que se faz de bonzinho, que finge ser seu amigo com segundas intenções não passa de um machistinha babaca que continuará eternamente na sua lista de "caras que eu não quero transar". Desculpa de peido é tosse. Ele não continuará na lista de "caras que eu não quero transar" poque é um babaca machista. Ele vai continuar na lista porque não rolou tesão, pois se tivesse rolado tesão ele podia ser Adolf Hitler que ela iria querer ficar com ele, por mais machista, racista e homofóbico que ele fosse.


Gatão!

No fim das contas, essas mulheres vão conseguir simplesmente matar o homem cavalheiro. Mulheres objetivas, que tem o mínimo de condições de convívio social tem aos montes por aí e os homens vão acabar sendo objetivos e não vão mais fazer a 'dança do acasalamento" ao velho estilo... De agora em diante vão usar uma roupinha legal, fazer uma academia, fazer um corte de cabelo requerido no grupo social em que estão inseridos e perguntar na lata: "Aê mina, gostei de vc, vamos?"... 

Uma frase que eu ouvi e que resume anos de terapia: "não discuta que não vai fazer, simplesmente não faça". Quando vc for colocado na Friend Zone, (que agora o processo deve ser bem mais rápido) não discuta, não fale nada. Simplesmente exclua ela do face, não atenda o telefone, e se atender, seja monossilábico por uns 2 minutos e depois peça para desligar pois tem que ver o jornal da tarde da TV educativa.

17 comentários:

  1. Prezado Eike, lançarei a real nua e crua.

    Beira o impossível uma amizade entre homens e mulheres.
    O nível de inteligência necessária para uma amizade não é encontrado (ou quase impossível de ser encontrado) nas mulheres, visto possuírem baixíssima inteligência emocional.
    Mesmo que encontrasse uma suposta exceção, tal amizade restaria prejudicada pois homens (homens, não manginas) são seres objetivos que não possuem quaisquer interesses em estar ao lado de mulheres feias.
    Somos objetivos e só admitimos conversar com mulheres bonitas. A amizade está reservada entre os homens, que são intelectualmente muito mais racionais, não mimizeiros quanto as mulheres, que na esmagadoria maioria só falam de futilidades.
    Um verdadeiro homem não se permite ficar em friend zone, somente paspalhos manginas ficam em tais listas.
    Homens objetivos detectam rapidamente se a amizade inicial pode avançar para algo a mais em pouco tempo. Em caso disso não ser detectado, não é de se manter a amizade, amizade entre homens e mulheres só é possível junto ao sexo.
    Os homens bonzinhos não passam de paspalhos.
    O homem príncipe dos filmes é um paspalho. Sim, é um néscio, onde já se viu, as modernetes querem os mesmos direitos mas adoram um imbecil que paga tudo?
    Não, esse homem não passa de um futuro cuckold.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sou tão radical. A amizade entre homem e mulher é possível e as vezes até necessária, dependendo do contexto histórico cultural em que os dois estejam envolvidos. Vou tentar exemplificar:

      Imagina a situação em que o homem e a mulher estão fazendo faculdade e os dois estão sem tempo e precisam entregar o TCC... Ambos se ajudarão e ambos se beneficiarão dessa simbiose. Mas isso não significa que essa amizade vai perdurar após a formatura.

      Agora uma amizade sem uma motivação (objetivo em comum ou complementar) de fato, é inviável.

      Excluir
    2. Eike, o seu exemplo não foi de amizade, é interesse estudantil/profissional temporário.

      Excluir
    3. Mas o que é amizade para vc?

      Excluir
    4. Concordo com o Eike,

      a amizade é baseada na troca de interesses, no caso um interesse temporário

      Pai Dinah

      Excluir
    5. Eike, amizade são relações não ligadas aos estudos/trabalhos, são relações sem foco em dinheiro/interesse financeiro.

      Excluir
    6. Eu não fui tão específico. Para haver amizade, é necessário uma motivação (objetivo em comum ou complementar). Claro, excetuando relação Mãe/filho (nem sempre, mas na maioria das vezes) que é uma relação totalmente sem interesse.

      Provo isso com o seguinte exercício: vamos para a principal rua de uma grande cidade, vamos nos aproximar de uma senhora transeunte, falar que ela é nossa amigo e vamos começar a conversar sobre física quantica. Óbvio que isso não vai dar certo, porque não há interesses comuns nem complementares entre os dois.

      Excluir
  2. No meu perfil do Facebook tem quatro feminazis. Eu poderia deletá-las, é claro, mas confesso que me divirto com elas. Elas falam tanta merda, mas tanta merda, que às vezes tenho a impressão de que o mundo ideal para elas é aquele em que, se um homem olhar no olho de uma mulher, tem que responder por estupro e pelo crime de atentado à feminilidade (esse crime não existe, mas se dependesse delas existiria).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho uma leve suspeita que elas sofrem de esquizofrenia...

      Excluir
    2. Nem me fale, tenho uma feminazi na familia (irmã), sorte que ela já não mora mais em casa com minha conosco já que agr está com o manginadela. Mas discutir com feminazi é inútil, elas se acham superiores a nós homens pobres, a única coisa a fazer é boicotar elas, não dar atenção que ai param com essa infantilidade ou ao menos poupamos nosso tempo e suor de brigas atoas, abraços, Shrek.

      Excluir
    3. Shrek, largar feminazi falando sozinha é uma forma de economizar anos de terapia. É a melhor atitude a ser feita.

      Excluir
  3. Não entendo o porque de tanto debate.
    "De agora em diante vão usar uma roupinha legal, fazer uma academia, fazer um corte de cabelo requerido no grupo social em que estão inseridos e perguntar na lata: "Aê mina, gostei de vc, vamos?".."

    Já sabe a formula. Os tempos mudaram, se percebe q ser romântico e galanteador não funciona mais, e dever do homem inteligente se adaptar aos novos tempos pra se dar bem... Simples assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A cultura estabelecida atualmente é essa, não há como lutar contra isso. Algumas mulheres ainda são da velha guarda, mas se adaptando a nova realidade a chance de errar é bem menor. Os bons pagam pelos ruins, infelizmente...

      Excluir
  4. O anon das 18:34 tem razão! cabe a nós homens nos adaptarmos para conseguirmos aquilo que buscamos!

    De todo modo, é realmente triste ver a classe de um homem ser extinta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Triste é, mas é um movimento maior que nós. E o movimento acontece porque tem um monte de mangina baba ovo que dá corda. E mesmo que não dessem, as feminazis ainda tinham a alternativa do lesbianismo...

      Excluir
  5. Bom ela teria toda razão no que diz se não fosse o detalhe que a maioria das mulheres que colocam homens na friendzone na verdade fazem isso pra obter favores do otário, pra explorar o cara. Muitas vezes o cara faz ‘’as obrigações de um namorado’’ de dar suporte a mulher que os cafas que comem ela não fazem. Outras vezes a mulher da esperança para o cara, é ambígua, da sinais de interesse num relacionamento com o cara e corta quando o cara investe nela, só para mante-lo preso a ela, e mesmo quando o cara se declara ela não se afasta, continua contato com o cara mesmo sabendo que isso faz mal para ele só porque ela não quer perder as vantagens dessa amizade.
    Por exemplo tenho um colega que é um panaca ele é amiguinho de uma mina, apaixonado por ela, há um ano ela da pra um monte de cafas que comem e jogam ela fora, mas quando ela teve problemas de grana, precisa de alguém pra levar o aeroporto ou para acompanhar na policia quem ela chama???
    Eu acho que eu sou um cafa nato sempre tive estratégia muito clara quanto a isso; chego na mulher normalmente converso e já mostro logo a que vim, se sim sim, se não tchau. Se a mina não quiser ficar comigo e tentar me fazer de amiguinho gay eu corto relações já.
    É simples quando a mulher bate olho em vc ela já sabe se quer da pra você ou não, nos dias de hoje ainda não precisa de dias, semanas ou meses (anos kkk) pra rolar no mínimo uns pega. SR. FODA LOW COST

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com vc. Não o vejo como cafa não. Cafa é o cara (ou a mulher) que mente, dá falsas esperanças, engana... Isso sim é ser mal caráter.

      Excluir